Check-up Cardiológico - Quando fazer?

Quando se trata de prevenir doenças do coração, nossa atenção se volta aos fatores de risco: lipídeos (#Colesterol, triglicerídeos), #obesidade, #tabagismo, #sedentarismo, stress. Doenças como #hipertensão#diabetes e os antecedentes familiares de doenças cardíacas são também importantes fatores predisponentes ao comprometimento cardíaco. Além disso, doenças endócrinas, renais e infecciosas podem apresentar maior risco para o coração.
















Cardiologista em BH


Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% das causas de doenças que afetam o coração são fatores que podem ser modificados, ou seja, que podem ser prevenidos com uma simples mudança nos hábitos de vida. O check-up cardiológico auxilia no controle desses fatores e vai além. Identifica precocemente possíveis alterações que podem comprometer o coração, mesmo antes dos sintomas.


Como é o Check-up Cardiológico?

O check-up cardiológico é realizado através do exame clínico, anamnese, exame físico e de alguns exames complementares. Conduzido pelo Cardiologista, tem o propósito de prevenir doenças cardíacas e/ou de acompanhar a sua evolução. Com o check-up, o médico pode orientar a prevenção e a indicação da melhor conduta para cada paciente.

Durante o exame clínico, o  Cardiologista irá investigar sobre a saúde, hábitos de vida, os citados fatores de risco, doenças prévias e hereditárias do paciente, e também presença de sinais físicos, que sugiram alterações cardiovasculares. Identifica possíveis problemas cardíacos ou fatores de risco importantes e direciona sua investigação. Dessa forma, a realização de alguns exames faz parte do check-up cardiológico, complementando o diagnóstico clínico.


Exames do Check-up Cardiológico

Como em muitos outros casos, as doenças cardíacas têm mais chances de cura quando são detectadas precocemente. Por isso, a realização de alguns exames é fundamental.

Assim, costumam fazer parte do check-up cardiológico os seguintes exames:

#Exameslaboratoriais: dosagem de níveis de colesterol, triglicérides e glicemia são os mais relacionados, mas outros também podem ser solicitados de acordo com os dados clínicos verificados. #Eletrocardiograma: avalia o ritmo do coração, distúrbios na condução elétrica, sobrecargas das câmaras do coração e alterações da repolarização, como a isquemia miocárdica, etc. #TesteErgométrico (#testedeesforço): avalia o funcionamento cardiovascular do paciente quando submetido ao esforço físico. Pode evidenciar alterações que motivem a continuação da investigação complementar e mesmo detectar isquemia miocárdica assintomática. Também é muito importante para a programação da atividade física a ser instituída.

Outros exames complementares também podem ser solicitados. Isso varia de acordo com cada paciente e com a investigação conduzida pelo Cardiologista. Sempre digo aos alunos que quando examinamos uma pessoa, não estamos tirando uma fotografia com a máquina fotográfica. Estamos elaborando uma pintura impressionista, com o pincel, etapa por etapa, até completarmos o quadro completo. Assim deve ser o exame médico.


Quando fazer um check-up cardiológico?

Quando há histórico familiar de doença do coração, obesidade, hipertensão, colesterol alto, diabetes ou outro fator de risco, a recomendação é fazer o check-up cardiológico a partir do início da “vida adulta” – aos 20 anos de idade, aproximadamente. Na ausência desses fatores, em geral, o indicado é que os homens incluam o check-up na rotina médica a partir dos 35 anos. As mulheres, por sua vez, devem iniciar aos 40 anos. Estando tudo bem na avaliação cardiológica, os retornos podem ser feitos anualmente.

No entanto, em caso de variação no estado geral de saúde no período entre uma consulta e outra, o Cardiologista deve ser procurado. Lembramos que algumas doenças do coração são assintomáticas e só  se manifestam quando em fase crítica. Por isso, prevenir é sempre importante.


O check-up cardiológico é indicado também para quem deseja iniciar a prática de atividade física. Independente da idade, é preciso receber orientação correta quanto à realização do exercício físico de forma segura para a saúde. Capacidade aeróbica e faixa aeróbica de treinamento são algumas das avaliações para indicar qual a intensidade adequada e benéfica para o paciente.

Realize seu check-up cardiológico conforme a orientação do seu Cardiologista. Muitas vezes a doença cardiovascular existe bem antes dos sintomas. Seu coração agradece!

*Dr. Antônio Silveira Sbissa já foi presidente do Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina, da Academia de Medicina do Estado de Santa Catarina e da Sociedade Catarinense de Cardiologia. É especialista em Cardiologia e possui doutorado em Medicina pela Universidade Federal do Paraná e aperfeiçoamento em Cardiologia pela Universidade de São Paulo e pela Virginia Commonwealth University . Atualmente, atua em sua clínica em Florianópolis (Clínica Sbissa), é professor atualmente, do curso de Medicina da Universidade do Sul de Santa Catarina e Conselheiro Efetivo do CRM-SC.


A Importância do #CheckupCardiológico – Por Prof. Dr. Antonio Silveira Sbissa (CRM-SC 437), Cardiologista.*

Via: seucardio

Clínica na Pampulha | Cirurgião na Pampulha | Médico na Pampulha | Clínica Popular na Pampulha

Av Portugal, 2193. Santa Amélia - Belo Horizonte | MG

Tel: 31 - 3582 -1578 |       31 - 9 8423-9022

  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram CMSA
  • CMSA Facebook

©  2018 Centro Médico Santa Amélia. Criado por Assessoria de Mídia, todos os direitos reservados. - SEO em BH